Bem-vindo ao nosso blog!



Voltar para página inicial do blog


Por Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia) | 13/01/2019 | Autocompaixão
Karma: o caminho da Evolução


O conceito de karma nasce em uma das sociedades mais rígidas e machistas do planeta: a hindu, estruturada em monolíticas castas, onde quem nasce paria vai morrer paria, durante dúzias de encarnações. No pódio evolutivo, a mulher só estaria por cima do cachorro e, claro, por baixo do homem. Teria que ser uma “boa mulher” durante x encarnações para um dia poder ascender até a categoria de homem. Assim, segundo esta visão, o karma é uma corrente, à qual temos que nos submeter, renunciando a qualquer sonho de melhora, para quem sabe um dia, ser premiado com alguma mudança.

Quando a ideia do karma chegou ao ocidente, foi temperada com as doutrinas judaico-cristãs, tomando a forma de um castigo merecido, de um destino inexorável, de uma dívida contraída no passado – geralmente produto da desobediência às normas previamente estabelecidas pelos detentores do poder que deve ser paga em inúmeras vidas.

Quantas vezes temos escutado comentários do tipo: “Meu casamento está horrível, mas alguém (tarólogo, espírita, astrólogo, numerólogo, etc.) me falou que estou pagando um karma e que se me separo agora estarei fugindo de meu karma e na próxima vida terei que aguentar de novo essa pessoa e será muito pior.”? Quando na verdade, se passamos anos aturando uma pessoa criamos um vínculo tão forte com ela, que na próxima vida, ela aparecerá novamente.
Autores mais modernos como Madame Blavatsky falam que o karma nada tem a ver com prêmios e castigos, provas e sofrimento e nos remetem à lei de causa e efeito, afirmando que, o karma é a consequência de nossas ações e omissões, tanto da vida atual, como das vidas passadas, segundo o ditado:
“Você colhe o que planta”.

No entanto, continuam dando uma conotação negativa quando afirmam que criamos mais karma quando nossas ações não são corretas – como se o karma fosse uma acumulação de erros pelos quais mais cedo ou mais tarde teremos que pagar. Cabe preguntar-se em nome de que princípios catalogamos algo como correto ou incorreto, certo ou errado.

É importante entender que a lei de causa e efeito é uma lei física e não uma lei moral. Estamos cansados de ver pessoas que vivem criando sofrimento a torto e a direito, e mesmo assim não cai um raio nas suas cabeças; assim como pessoas que não fazem mal a ninguém e parece que só atraem desgraças. A justificativa de que no futuro os primeiros pagarão e os segundos estão pagando pelos erros cometidos no passado parece muito simplista e em muitos casos dá lugar a correspondências folclóricas que podem até justificar situações inaceitáveis: “Esta mulher deve deixar que o marido continue golpeando-a, porque na vida passada era ela que batia nele”.
O karma não é bom nem ruim, simplesmente é.

Mas então, o que é o Karma?
Karma no seu significado literal significa “ação”. O karma é a ação que nos coloca na posição que nos corresponde no caminho da evolução (ou se preferir da individualização), em função daquilo que já tínhamos avançado e do que nos falta por percorrer.

Este planeta é uma escola, onde podemos passar do 0% ao 100% de consciência. Para isso, temos a oportunidade de encarnar sucessivas vezes, mas no momento que alcançamos o 100% já não necessitamos voltar para a escola, pois já aprovamos convenientemente todas as matérias e cumprimos nossa missão, tornando-nos seres completos.

Imaginemos que se trata de uma escada de cem degraus e numa determinada vida chegamos até o 25, temos então 75 degraus pela frente que ainda não resolvemos, degraus que a partir da sombra do inconsciente continuam nos manipulando, seja através das projeções (ver a 1ª chave do bem-estar), seja distorcendo nossa percepção da realidade ou revivendo automaticamente certos padrões de conduta.

Quando a gente morre, o corpo volta para a Terra e o espírito fica de férias.

Estando livre do peso da inconsciência, ascende até as estratosféricas regiões do nirvânico 100% de consciência, mas no mundo espiritual leva um carimbo que fala que apenas 25% foram aprendidos. Assim, quando encarnamos de novo, nos sentimos irremediavelmente atraídos para fazê-lo através de um canal que também está vibrando a 25% e embora – salvo graves problemas intrauterinos – quando nascemos somos seres perfeitos, integrados e potencialmente completos (independentemente de se fomos um Pinochet ou um Ghandi), esse canal vai nos colocar exatamente no ponto de evolução que estávamos na última vida.

A programação infantil que transforma seres amorosos, espontâneos, verdadeiros, alegres, inocentes, imprevisíveis e perceptivos em candidatos escravos de padrões e normas de conduta, falsos, amedrontados, carentes e frustrados. É a concretização fundamental de nosso karma.

Assim, a família ajudada pelos meios de comunicação, religiões e em menor grau a escola, nos “karmatiza” até nos colocarmos no mesmo ponto de evolução que estávamos na encarnação anterior, dando-nos assim a oportunidade de encarar e resolver aquelas questões internas, medos, feridas de abandono ou de rejeição, padrões autodestrutivos, autoinvalidação, necessidade de se impor, síndrome de Peter Pan, etc., que arrastamos de vidas anteriores.

Não podemos culpar nossos pais pela “educação” que nos deram, pois era necessária para que déssemos continuidade às questões internas que estamos burilando, obrigando-nos a encará-las. Isso não quer dizer que os pais não sejam responsáveis da programação infantil, pois poderiam ter feito diferente, mas carece de sentido acusá-los de nossas dificuldades internas que limitam nosso viver, pois finalmente temos todo o resto da vida para continuar avançando na escada evolutiva, ampliando a consciência do que somos, ou permanecer no mesmo lugar ou dar ré.

Enquanto não ampliarmos nossa consciência, nossas ações continuarão sendo as mesmas e, portanto, é mais funcional entender o karma, não como a lei que nos obriga a encarar as consequências de nossas ações ou omissões (coisa que pode nos levar que a interpretações extravagantes), mas como
o princípio que nos posiciona no ponto exato de evolução de nossa consciência, desde o qual podemos chegar a níveis mais profundos.

Para concluir direi que, sendo os pais, através da programação infantil, o elemento de conexão entre várias vidas, ou seja, são eles quem colocam na criança o karma que traz de vidas anteriores, será justamente na infância quando assumiremos nosso karma, embora tenhamos o resto de nossas vidas para administrá-lo.

Deixe seu comentário:


Mais recentes

Por: Emanuelly Spanhol

Coaching

Seja você seu próprio coach!

           O processo de coaching é conhecido...

27/06/2019

Por: Liana Chiaradia

Autocompaixão

3 dicas para lidar com o Perfeccionismo, por uma perfeccionista!

O perfeccionismo sempre fez parte de mim, mas foi há pouco tempo que o descobri (e admiti) em meu ...

13/01/2019

Por: Daniel Yosaro

Bem-estar

4 dicas de como deixar sua jornada mais leve!

Oi, tudo bem?Bom, o que vou trazer até você não é a verdade absoluta, é apenas o meu sistema de...

13/01/2019

Por: Ana Thereza Valerio

Autoconhecimento

5 motivos básicos para o autoconhecimento

Autoconhecimento – substantivo masculino – conhecimento de si mesmo, das próprias característi...

13/01/2019

Por: Pitty Pedack

Consciência

A importância da alimentação na evolução da consciência

Uma alimentação saudável é muito mais que seguir um plano alimentar, est...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Autocompaixão

A importância da autocompaixão

Muitas vezes não enxergamos...

07/12/2018

Por: Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia)

Autoconhecimento

A missão: para que estamos aqui?

Quando falamos em Missão de Vida temos que ter muito cuidado, pois na nossa cultura, muitas vezes e...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Empatia

A prática da empatia.

O ato de não fazer para os outros o que você não gostaria que fizesse com...

16/05/2019

Por: Aline Venâncio

Superação

A transformação vem da coragem de querer ser melhor!

O sol sempre volta brilhar, isso é um fato! Mas, não sabemos quando e nem o dia, pode chover e nev...

13/01/2019

Por: Alecrim Cristal

Superação

Acolha suas emoções

Acolha seu medo. Quanto mais você fugir dele ou fizer “mandinga” para o medo ir embora, mais el...

13/01/2019

Por: Guilherme Barcellos Carlos de Souza

Amor

Amor – Seja você seu melhor amante!

Neste início de século, a ...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Ansiedade

Ansiedade: Como lidar com ela?

O desafio mais temido das pe...

07/12/2018

Por: Daniel Yosaro

Sonhos

Como concretizar seus sonhos vencendo medos e crenças?

Sabe aquele seu projeto, mas que continua engavetado?Quando uma pessoa chega...

18/01/2019

Por: Maíra Antunes

Perdão

Como encontrei o Perdão dentro de mim

Hoje o assunto é delicado. ...

21/01/2019

Por: Liana Chiaradia

Superação

Como eu aprendi a superar o medo

Quem nunca sentiu medo?Um sentimento que nós mesmos construímos ao longo de nossa vida pessoal e e...

13/01/2019

Por: Andrea Rebouças

Superação

Como eu superei a depressão?

Ao longo dos meus 27 anos eu tive alguns episódios depressivos. Foram difíceis, cheguei a pensar q...

13/01/2019

Por: Paulo Cassiano

Positividade

Como fortalecer o lado bom das coisas

Como você cria a sua realidade? Você cria pelas suas atitudes, pelos seus atos, pelas suas ações...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Propósito

Conecte-se com o seu propósito.

Durante algumas etapas da nossa vida, vamos nos depa...

10/06/2019

Por: Cássia Corsatto

Consciência

Crescer e mudar de pele: ampliando a consciência!

Para falar de ampliação de consciência, vamos fal...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Amor próprio

Cuide de si!

      Quando falamos sobre cuidar de si mesmo ou sobre o...

31/05/2019

Por: Leni Gama Garcia

Ajuda

Desacelere: 15 dicas de gestão do tempo para viver mais leve!

O tempo está passando mais rápido? Esta é uma pergunta que muita gente se...

18/01/2019

Por: Cássia Corsatto

Sonhos

Desencaixotando os Sonhos

Olá você! Você mesmo.. que está lendo isto!Você...

18/01/2019

Por: Cássia Corsatto

Consciência

Desperte: A consciência é a resposta!

Os aprendizados com minhas experiências de atendimento como coach, ensinara...

18/01/2019

Por: Mathias Luz

Ética

Ética: consequência da Inteligência Emocional?

Conversar sobre ética pode ser algo bem complexo. Imagine, então, se a ass...

18/01/2019

Por: Patricia Marguê Cana Verde Silva

Autoconhecimento

Eu Uníssono

Uma identidade fragmentada em uma multidão de peque...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Inteligência Emocional

Inteligência Emocional: Entendendo Emoções

Todos sabemos que somos feitos de emoções e sentimentos, pois são eles qu...

28/08/2019

Por: Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia)

Autocompaixão

Karma: o caminho da Evolução

O conceito de karma nasce em uma das sociedades mais rígidas e machistas do...

13/01/2019

Por: Vasco Oliveira

Respeito

Liberdade e respeito: deixando o outro ser ele mesmo!

“Querias ser livre. Para essa liberdade, só há um caminho: o desprezo da...

18/01/2019

Por: Maíra Antunes

Superação

Me curar de mim

Você já viu o TEDx “Por trás do palco” da artista Flaira Ferro? Clique aquí para assistir!&n...

22/01/2019

Por: Rodrigo Roncaglio

Autoconhecimento

Meditação - a conexão com o Eu interior

Falar de meditação é começar uma conversa de horas e horas…  talvez dias inteiros de conv...

13/01/2019

Por: Patricia Cana Verde

Amor

Núcleo do amor

Deformados pela construção superficial ditada por ...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Diálogo

O alívio de praticar o diálogo.

Passamos por muitas situações todos os dias, o que nos faz pensar e ter op...

05/04/2019

Por: Liana Chiaradia

Autoconhecimento

O caminho da autocura através das emoções

Como você passou os últimos meses da sua vida?Ocupado, trabalhando e sentindo o tempo passar cada ...

13/01/2019

Por: Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia)

Autoconhecimento

O Destino é o retorno da inconsciência

Sempre escutamos que o destino está escrito como se fosse algo permanente, inamovível.Desde o dici...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Bem-estar

O equilíbrio entre o corpo, mente e espírito!

É importante que a mente, o...

29/08/2019

Por: Jay Reiss

Ajuda

O papel da ajuda

“Você é psiquiatra?”, me perguntou uma senhora ao telefone. “Não, e...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Positividade

O poder da lei da atração

As n...

07/12/2018

Por: Mathias Luiz

Evolução

O Poder do Agora

Eu decidi ler o livro “O poder do Agora” por recomendação da minha mãe. Estava enfrentando um...

13/01/2019

Por: Dayane Oliveira

Consciência

O que é o despertar da consciência?

Eu e você estamos aqui no planeta Terra, somos seres humanos, criaturas formadas de carbono e com i...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Motivação

Onde encontrar motivação?

 Todos os dias pela man...

13/03/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Psicologia Positiva

Psicologia Positiva: Modelo Perma

A psicologia positiva traz a ideia da felicidade de ...

29/08/2019

Por: Flavio Notaroberto

Consciência

Sensação, Consciência, Autoconsciência

Há uma interessante relação direta entre todas as...

18/01/2019

Por: Elisa Frana

Espiritualidade

Somos cria(dores) em expansão

Inconscientemente, a mente cria problemas dos mais v...

18/01/2019

Por: Fabio R. Boni

Evolução

Somos Energia?

Muito mais do que termos energia, eu diria com toda certeza para você, que somos energia. Somos, as...

13/01/2019

Por: Patricia Cana Verde

Autoconhecimento

Um olhar para si mesmo

“Olhar para si” é a questão central do autoconhecimento.Desde a mais t...

13/01/2019

Por: Maíra Antunes

Valorização

Valorização da vida: Informação é a melhor prevenção!

 Hoje eu gostaria de falar com você sobre a vi...

21/01/2019



Parceiros:

Copyright 2019 - Eyhe - Todos os direitos reservados - (46) 2604 0687
logotipo


Entre em sua conta :)

Primeira vez por aqui?

Se preferir, clique aqui para iniciar uma conta exclusiva Eyhe.