Por Emanuelly Spanhol | 27/06/2019 | Coaching
Seja você seu próprio coach!



           O processo de coaching é conhecido como uma técnica para elevar o autoconhecimento das pessoas, proporcionando resultados positivos para a vida, tanto no organizacional de uma empresa quanto na vida pessoal de cada um. 

Este processo auxilia no relacionamento social, na evolução pessoal e vários outros aspectos envolvendo a vivência como um todo. Sabendo disso, vemos como é importante este processo estar presente em nossa vida e também, percebemos o quanto pode ser útil para a nossa jornada. 

Geralmente, é contratada uma pessoa para ser o coach, mas o objetivo aqui é mostrar que você pode ser o seu próprio coach! O segredo está em três etapas que quando aplicadas de uma forma disciplinada, aumentam a chance do processo dar certo. 

Uma das etapas é traçar uma meta, colocar todos os seus objetivos em mente, envolver todos eles, para que assim você consiga ver realmente aonde você quer chegar. Pois, quando colocamos nosso esforço em muitas atividades e objetivos, podemos nos perder e não conseguir resultado algum ou até conseguir, mas algo que não é tão benéfico como algo que teria sido feito com mais atenção, dedicação e foco. 

A próxima etapa está em montar um plano de ação, organizar cada etapa que você terá que realizar até chegar aonde almeja. Desta forma, você se sente mais organizado e consegue ver os passos que está seguindo ao passar dos dias.

A etapa final é monitorar a evolução, estar sempre atento a todo o desenvolvimento desde o início. Este passo é importante, pois quando percebemos que as coisas estão acontecendo, nos sentimos mais entusiasmados para continuar.

Para conseguir avançar nas etapas, é importante que você esteja com algumas leves regras em mente, elas são:

  • Respeitar as próprias limitações

  • Não exigir demais de si próprio

  • Saber dar um passo de cada vez

E não se desanimar quando algo não sair da forma que você espera, pois tudo é aprendizado e nada acontece sem ter um motivo. Então, apenas leve como ensinamento para não acontecer de novo e não desista.

Para conseguir evoluir a cada etapa e alcançar o seu objetivo, é relevante levar todas as regras em consideração pois, não adianta você estar seguindo as etapas e não estar conseguindo lidar com o seu eu interior, algo que influencia de várias formas.

Ao decorrer da caminhada, você perceberá que estará muito mais conectado com o seu eu interior, auxiliando no desenvolvimento de sua felicidade e satisfação, o que te ajudará a levar uma vida mais leve e harmoniosa.


Deixe seu comentário:

Postagens relacionadas

Por Tiny Buddha | 17/10/2019 | Superação
Depressão e Ansiedade: Como diminuir a dor?

“Estou dobrado, mas não quebrado. Estou cheio de cicatrizes, mas não desfigurado. Estou cansado, mas não impotente. Eu estou com raiva, mas não amargo. Estou deprimido, mas não desisto.” Desconhecido. Depressão e ansiedade. Duas palavras que ouvimos muitas vezes, mas que não compreendemos o enorme impacto que pode causar sobre a qualidade de vida de um indivíduo. Depressão e ansiedade podem fazer as pessoas se sentirem como se fossem inúteis e seriam melhor se estivessem mortos. O que uma praga horrível. Mas, é possível domar esses dois demônios. Para conseguir viver uma vida feliz e otimista, cheia de admiração, gratidão e contentamento.Eu vivia com depressão e ansiedade, era uma batalha de tentar encontrar coisas para me ajudar a viver uma vida boa. Mas, sentia constantemente um nó no estômago e uma dormência.Quando você diz ao seu médico que você está lutando com depressão e/ou ansiedade, eles normalmente sugerem tomar medicação. Esta abordagem pode funcionar para muitas pessoas e é uma opção temporária viável; no entanto, o que acontece quando os medicamentos não funcionam? O que acontece se o medicamento transformá-lo em um zumbi dormente, passivo e frio?Essa foi a minha experiência. Felizmente, eu tive o suficiente de autoconsciência para perceber que eu não estava vivendo; Eu estava apenas sobrevivendo.Tem que haver uma outra maneira, certo? Essa é a pergunta que eu me perguntei noite após noite. Felizmente, o meu interesse em autodesenvolvimento e auto ajuda me levou à outras opções alternativas para a cura.Me deparei com o trabalho de Anthony Robbins, o que realmente me surpreendeu. Eram ideias de como reformular a maneira como se percebe um problema, criando uma mudança radical em sua fisiologia (postura, ritmo, expressões faciais, respiração). Desta forma,  mudando as imagens na nossa cabeça, bem como a história que contamos a nós mesmos quando ficamos deprimidos ou ansiosos.Eu encontrei esta nova informação emocionante e comecei colocar em prática imediatamente. Com certeza, eu comecei a me tornar socialmente mais confiante e também estava mais confortável comigo mesmo.Em pouco tempo, eu comecei a treinar  artes marciais e kickboxing. Comecei a frequentar aulas para falar melhor em público e também comecei a namorar. Tudo isso me me parecia assustador, intimidante e impossível quando eu estava sobrecarregado com depressão e ansiedade.Eu quero que você saiba que se você está sofrendo agora, as coisas podem e vão melhorar.Muitos de vocês provavelmente estão lendo este artigo para obter as respostas para derrotar a ansiedade e a depressão, a fim de ajudar a si mesmo escapar de um lugar escuro. Muitos de vocês estão lendo, a fim de ajudar um amigo ou um ente querido. Alguns de vocês podem estar a ler por curiosidade.Para aqueles de vocês que estão lutando, sei que você pode sentir-se pessimista sobre o meu conselho e é totalmente compreensível. Porém, eu peço que você dedique uma semana para tentar algumas das minhas sugestões. Lembre-se de anotar o seu humor durante todo o dia; você vai ver como essas coisas vão ajudá-lo, uma e outra vez.Para aqueles que estão lendo e que não estão se esforçando muito, mas estão à procura de sugestões para promover a felicidade e o bem-estar: eu aconselho que você continue a leitura, pois alguma das minhas sugestões pode te ajudar. Antes que eu compartilhe as principais coisas que me ajudaram a gerir a minha depressão e ansiedade, eu quero que você saiba que eu ainda tenho mau humor (eu sou humano), eu ainda fico nervoso (eu ainda sou humano), e que a vida não é um conto de fadas.Dito isto, tenho feito grandes saltos em frente para me sentir no controle da minha depressão e ansiedade. Estes dois demônios ainda estão em minha vida, mas agora eu que controlo e não ao contrário.Ok, então vamos dar uma olhada em algumas das coisas que me ajudou, coisas que podem ajudá-lo também.Passos práticos para a gestão da Depressão e Ansiedade.Meditar.Isso é facilmente a prática mais esquecida e simples que pode fazer um mundo de diferença na melhoria da qualidade de sua vida.É tão frustrante ver pessoas que conhecem todos os vastos benefícios da meditação e ainda assim, não meditam. Pode ser por parecer simples para ser verdadeiramente útil. Eu carinhosamente sugiro que você torne a meditação, um hábito diário. Pois, pode te ajudar a treinar seu cérebro, para que no momento de responder pensamentos negativos e viver situações estressantes, você consiga agir diferente.Existem muitas formas diferentes de meditação (incluindo meditação andando, por isso “não ter tempo” não pode ser uma desculpa). Eu sugiro que você experimente e encontre a melhor para você. Se você está sofrendo com depressão e/ou ansiedade, eu recomendo meditação bondade. (pesquise e você vai encontrar muitos artigos explicando como é feito).Comece com uma prática curta para garantir que você construa o hábito de praticar diariamente. Se você só pode três minutos por dia, execute três minutos de meditação por dia. Se você sentir que pode fazer mais, então vá em frente. O objetivo é, eventualmente, praticar vinte minutos por dia.Faça perguntas melhores.Pensar é o processo de fazer e responder perguntas em nossas cabeças. Precisamos desenvolver o hábito de perguntar a nós mesmos perguntas mais poderosas.Se perguntarmos algo como “Por que eu sempre falho?" Ou, se fizermos declarações para nós mesmos como “A vida é sem sentido” não podemos ser surpreendidos que iremos nos sentir mal. Imagine que alguém está te seguindo o dia todo para apontar coisas negativas em você e na vida; a sua auto-fala pode ter o mesmo impacto negativo sobre você e suas emoções.Sempre que eu sentia a intensidade do ciclo de depressão ficando forte, eu aproveitava o tempo para responder às seguintes perguntas. Mas, sempre lembrando que o pensamento lógico nega pensamento irracional e auxilia para que a depressão e ansiedade não se agrave.Não é novidade que é mais fácil falar do que fazer para ser puramente lógico no nosso pensamento. Mas, quando estamos deprimidos ou ansiosos, ainda vale a pena porque ele pode ajudar.Qual é o problema que está me perturbando? (Seja realista aqui, o que você sabe com certeza?)O que posso aprender com este problema situação?O que é algo bom sobre isso? Como isso pode ser uma oportunidade?O que é grande sobre esta situação?Que medidas posso tomar agora para melhorar a situação ou como me sinto?Qual é o pior cenário aqui? Como posso lidar com isso?O que eu sou grato em minha vida agora?Para o que eu estou animado e ansioso?Quem é que eu amo e quem me ama?Estas perguntas podem nos levar a reconhecer todo o bem em nossas vidas e nos ajuda a ficar longe de pensamentos negativos. Pois, quando nos deparamos com situações de outra forma podem ajudar no desencadeamento da depressão e ansiedade.Aceitação prática.Muitas pessoas têm ideias diferentes de como podemos realmente aceitar os obstáculos e lutas que a vida nos lança, porque todos eles envolvem a resistência ao momento presente.Eu pratico aceitação por parte de entrar no corpo, tornando-se presente, identificando como depressão e ansiedade. Isso não significa a forma comoos outros pensam a nossa depressão e ansiedade, mas como realmente sentimos.É uma tensão, um formigamento, uma pulsação? Ele geralmente se sente com um nó no estômago. Muitas vezes eu sinto meu coração bater mais forte e também sinto um leve formigamento. Onde é que todas estas sensações residem? Eles estão em seu peito, estômago ou garganta? Eu descobri que a depressão geralmente ocorre na mente e o nosso pensamento é o que nos deixa deprimido. Aceitando como seu corpo se sente no momento, faz com que a sua  atenção vá para fora de sua cabeça. Sendo uma pausa muito necessária dos pensamentos implacáveis ​​que a depressão e ansiedade trazem.Tente não ficar amarrado para lutar com seus pensamentos. Simplesmente reconheça e deixe eles dentro e fora. Esse tipo de aceitação é comparado a uma abordagem de atenção plena, muito simples, mas extremamente eficaz.Nota lateral: Outra ótima maneira de sair fora de sua cabeça é ajudar outra pessoa. Passe algum tempo a ajudar alguém se sentir melhor, dormir melhor, viver melhor, Depois observe como isso faz você se sentir.Diga para as pessoas como você sente.Você pode pensar que as pessoas podem simpatizar, mas não consegue ter empatia, mas saiba que as pessoas podem estar lutando contra a ansiedade e depressão.Quando dizemos às pessoas como realmente nos sentimos, é como se um peso tivesse sido tirado de nossos ombros e também, estamos mais propensos a receber seu apoio e compreensão, o que torna a nossa vida um pouco mais fácil.Eu entendo o quão difícil pode ser deixar que as pessoas saibam que você sofre com a depressão e ansiedade. Mas acredite em mim, não há nada vergonhoso em admitir que lutamos. Na verdade, o oposto é verdadeiro; é admirável porque é preciso uma enorme dose de coragem para fazer.Tente dizer a alguém perto de você e peça o apoio e compressão. Se você está realmente lutando e até mesmo lutando contra pensamentos suicidas, então é uma etapa ainda mais importante para você. Eu sei que é extremamente difícil, mas eu prometo que você não vai se arrepender.Dê-se tempo para ser feliz a cada dia.Isto pode parecer simples demais, mas fique comigo enquanto eu explico o que quero dizer. Na verdade, quero dizer duas coisas:Primeiro de tudo, temos de ser gentil com nós mesmos e dar tempo para relaxamento e prazer. Parece óbvio, mas muitas pessoas (inclusive eu) se preocupam em se sentir culpado ou perdido em seus pensamentos durante o tempo em que deveríamos estar tranquilos e se divertindo.Levar uma hora cada dia para fazer algo que você realmente gosta, algo que faz você perder a noção do tempo e sentir-se alegre e vibrante.Um elemento da depressão é a falta de prazer nas atividades, assim você pode achar que vai demorar para encontrar algo que traga um sorriso mas tenho certeza de que existe algo!Você poderia ir para uma caminhada na natureza, ler um livro, assistir seu programa de televisão favorito, conversar com um amigos.Agora, se você luta com depressão e ansiedade (como eu), você pode achar que muitas atividades que você realmente gosta, envolve estar sozinho. Isto é perfeitamente bom, mas peço-lhe para empurrar-se pelo menos uma vez por semana para passar o tempo com amigos ou entes queridos, provavelmente você vai ver uma melhora no humor e também irá perceber o aumento da sua energia.O outro elemento de dar-se tempo para ser feliz é um pouco diferente do que você pode ter ouvido antes. Às vezes nos esquecemos de que ser feliz pode realmente exigir trabalho! Na verdade, na maioria das vezes precisamos exercer autodisciplina, a fim de fazer aquelas coisas que sabemos que são boas para nós, como comer, uma refeição equilibrada e saudável.Retire dez a vinte minutos por dia para escrever em um papel. Esta é uma ótima maneira de desabafar seus pensamentos, sentimentos, frustrações, medos e sonhos. Um papel pode lhe trazer mais clareza e objetividade para que você sair de sua própria cabeça e escapar de seus pensamentos às vezes mal-intencionados.Eu pessoalmente gosto de escrever por cinco a dez minutos a cada manhã e depois novamente todas as noites. Notei um mundo de diferença no meu humor quando me tornei consistente, especialmente em relação a minha ansiedade.Se você não sabe o que escrever ou como estruturar, comece com o básico: como você se sente, o que você tem feito, qualquer coisa em sua mente, qualquer coisa que você está se preocupando, etc.Tente escrever pelo que você é grato ou que você está com boas intuições para a vida, pois isso provavelmente vai levantar o seu humor. Lembre-se que você é livre para fazer o que quiser. Uma palavra rápida antes de eu finalizar: Você pode não sentir os benefícios imediatamente depois de começar a implementar essas práticas, por isso é importante ser paciente e seguir em frente.Como já mencionado, a aplicação de algumas das coisas que você pode ter aprendido aqui vai exigir disciplina, mas eu sei que você vai conseguir. Além disso, lembre-se de ser gentil consigo mesmo. Todos nós temos dias ruins, especialmente quando estamos lidando com a depressão e ansiedade. Seja gentil com você mesmo. Seja gentil com os outros.Desejo-lhe tudo de melhor e eu sinceramente espero que este artigo tenha sido um benefício para você.Tradução Livre. Postado em Tiny Buddha Por George Ripley
Por Tiny Buddha | 15/10/2019 | Evolução
A lição dos 4 trens: Como lidar com vozes negativas?

“Embeleze seu diálogo interno. Embeleze o seu mundo interior com luz, amor e compaixão. A vida vai ser bonita.”~ Amit RayNão existe melhor maneira de se sentir bem sobre si mesmo do que mudar seu diálogo interno. Sim, você tem o poder de mudar a sua voz interior. Você pode escolher a falar para si mesmo de uma forma positiva ou de forma negativa.Pare toda a atividade por um momento.Seja ainda. Observe o que sua voz interior está dizendo. Você ouve alguma coisa? Se não, pergunte a sua voz interior a esta pergunta: Como é a sensação de ser ainda?Ouço.Conheça a sua voz interior.Ao longo dos próximos dias pare e ouça o seu diálogo interno. Especialmente, note que sua voz interior diz que você está prestes a tomar uma decisão. Que diz: “Eu acho, eu posso, eu acho que eu posso” ou que ele diz, “Não há nenhuma maneira, eu não posso fazer isso, eu não posso fazer isso.”Lições poderosas.Eu saí com uma criança de dois anos e meio no outro dia. Ele queria ler um livro e me trouxe O Pequeno Motor que Podia, de Watty Piper.Este livro foi lido para mim e eu ouvi a voz na minha cabeça, “Eu acho que eu posso, eu acho que eu posso” quando abri a capa do livro. A parte que eu não me lembrava era as lições dos trens que logo falarei aqui. Eu li o livro, eu senti o poder das lições e como eles se aplicam na minha vida hoje.O pequeno mecanismo.A história é sobre um pequeno trem que quer trazer presentes ao longo da montanha para crianças que estão com paciência e entusiasmo à espera de seus presentes.No entanto, no caminho para a cidade, o pequeno motor de quebra. Os brinquedos estão chateados e um deles, um pouco palhaço engraçado, saiu para encontrar um outro trem para ajudá-los.Lições a partir dos quatro trens.1. O primeiro trem tem um motor novo brilhante.O novo motor brilhante não queria ajudar o trem de brinquedo porque ele se achava muito especial, muito orgulhoso. Ele olhou para o pequeno comboio e disse um sonoro “não”.Pensei em minha arrogância brilhante. Eu disse a mim mesma que eu era muito especial, muito importante para perder meu tempo e atenção em determinadas tarefas e pessoas.Mesmo que eu tenha trabalhado esse defeito de caráter, eu sei que tenho um pouco dessa autofala sempre acontecendo dentro de mim. Notei isso quando marquei de sair com um amigo, que no final acabou levando uma amiga junto.A mulher parecia estar em seus sessenta anos com enormes seios falsos. Vestida com um vestido apertado, brilhante, que enfatizou os peitos dela e usava saltos alto. Ela falou sobre como sua vida amorosa estava cheio de homens mais jovens.No momento em que ela disse isso, eu me sentia superior e parei de ouvir o que ela compartilhava. As próximas duas horas eu passei desejando estar em casa assistindo Netflix. Minha voz interior dizia que ela estava desesperada.Ela poderia ter sido uma pessoa de bom coração, fascinante, mesmo que ela se vestia de forma provocativa e fez escolhas que eu não faria. Onde estava a minha compaixão ou pelo menos a minha curiosidade?2. Em seguida, vem um motor Big.O motor Big diz que ele é muito importante e não vai “puxar o que gosta de você.”Isso me fez pensar em meus julgamentos. Como faço para julgar os outros? Eu perdi oportunidades e conexões porque o meu ego inflado me dizia que eu sou muito importante para se envolver com essa pessoa ou situação?Minha lição sobre isso veio de uma reunião. Bem, na verdade, duas reuniões separadas.Corri para minha reunião ordinária, estava um pouco atrasado e me sentei na única cadeira livre. Logo notei que o homem que estava sentado ao lado tinha uma barba desgrenhada, suas roupas pareciam ter sido desfeita, e ele cheirava um pouco mau. Sem nem pensar direito, fugi o mais longe que pude dele e segurei meu nariz.Quando ele compartilhou na reunião eu não quis ouvir. Minha voz interior disse: “Ele não tem nada a compartilhar que poderia ser de valor.” Eu sabia que no final da reunião eu teria que segurar sua mão. Minha voz interior disse: “De jeito nenhum.” Então eu saí logo antes do encerramento da reunião.Uma semana depois, fui na reunião e sentei ao lado de um homem de boa aparência em um terno de negócio puro. Ele despertou meu interesse. Eu nunca tinha visto ele em uma reunião antes,e eu sempre apreciado um homem de boa aparência, bem arrumado.Quando o homem falava, eu ouvia atentamente e balançava a cabeça em concordância do que ele dizia. No final da reunião, minha voz interior disse “sim” para segurar a mão do homem. À medida que agarrou as mãos, eu disse: “Eu estou feliz que você está aqui.”Em seguida, eu me virei para o homem de boa aparência e disse: “Meu nome é Michelle, bem-vindo.” Eu nunca vou esquecer como ele olhou para mim com seus profundos olhos azuis e perguntou: “Você não se lembra de mim, não é? ”Eu balancei a cabeça querendo expressar um 'não".Ele disse: “Eu estava aqui na semana passada, um pouco despenteado. O meu melhor amigo que sofria de alcoolismo tinha se matado, a reunião foi recomendada pelo meu terapeuta para obter ajuda e apoio. Eu estava tão perturbado que eu não estava comendo, dormindo ou cuidando de mim mesmo."No momento em que ele contava, lembrei do homem da semana passada, que era ele. Eu fiquei vermelha, murmurei um pedido de desculpas e corri para fora da sala.Eu nunca vi o homem novamente, mas eu penso nele muitas vezes. Considero ele um anjo enviado para me impedir de ficar com “eu sou melhor do que o outro” em voz interior.3. O velho motor Rusty.O velho motor Rusty suspirou e disse que não podia. Ele estava muito cansado e exausto.Eu, pessoalmente, não estou familiarizado com essa voz interior. Minha voz interior me diz que eu posso fazer qualquer coisa e lidar com a maioria das coisas que vêm. Mas eu vi outros executar esta narrativa interna. Uma delas é Jean.Jean era vibrante, linda mulher que possuía uma empresa de publicidade bem sucedida. Quando o negócio de publicidade começou a se afastar de impressão para a Internet, eu vi como ela ficou derrotada. Ela me disse que se sentia velha demais para fazer as mudanças que ela precisava fazer.Seu negócio começou a falhar e fez com que Jean falhasse também. Ela parou de fazer suas práticas de movimento, ganhou peso e posteriormente, teve duas substituições de quadril. Seu financeiro ficou zerado e Jean foi forçada a vender seu belo condomínio. Ela desistiu da vida que ela havia criado para si mesma ao longo de décadas.Eu vi Jean um par de anos atrás. Ela era uma casca do seu antigo eu e se sentia velha e cansada.4. Por fim, o motor azul pequeno.As bonecas e brinquedos não pediram ao trem para obter ajuda. Ele mesmo perguntou: “O que há de errado?”Então ela disse: “Eu acho que eu posso, eu acho que posso.” Foi um esforço supremo, mas ligado ao trem se manteve indo ao caminho da montanha, dizendo para si mesma repetidamente: “eu acho que posso."Eu conhecia aquela voz.Recentemente, mudei meu modelo de negócio de tijolo e argamassa, que eu sabia que podia fazer, para um negócio online, o que exigiu um esforço supremo. Eu recebi todas as manhãs por mais de um ano a voz interior me dizendo: “Eu acho que posso.” Eu coloquei isso na minha cabeça através de doze horas por dia e você sabe o quê aconteceu? Meu negócio online está forte.Lições voz interior de The Little Engine That Could :Ouça sua voz interior arrogante que lhe diz que você não é melhor do que ninguém. Diga a si mesmo para permanecer curioso e compassivo.Ouça os seus julgamentos internos. Diga a si mesmo: “Eu sou grato pelas pessoas que eu conheço; elas podem me ensinar alguma coisa.”Ouça a sua voz interior da derrota que lhe diz que você está muito cansado. Alterar a voz para “Eu não recebo nada que eu não possa lidar.”Tome a próxima aventura e diga para si mesmo: “Eu acho que posso. Eu acho que eu posso."Tradução Livre. Postado em Tiny Buddha Por Michelle Andrie.
Por Tiny Buddha | 14/10/2019 | Propósito
Como viver sem propósito?

“Um bom viajante não tem planos fixos e não tem a intenção de chegar.”  ~ Lao TzuCerca de um ano atrás, me deparei com um curso chamado: “Encontrar o seu propósito em 15 minutos.” Naquele momento, eu procurava cursos com este tema, pois ela primeira vez em minha vida, eu não tinha certeza do que fazer. Eu procurava por uma nova motivação para me puxar para a frente.Existe uma pressão inquietante, especialmente a partir da comunidade de auto-ajuda, para viver uma vida de propósito. Por isso, quando eu não conseguia encontrar meu destino e muito menos cumpri-lo, uma sensação de fracasso tomou conta de mim.Agora, eu não posso dizer se é possível encontrar o seu propósito em 15 minutos porque eu não comprei aquele curso. Mas eu posso dizer  que é completamente possível encontrar significado em uma vida sem propósito.O Recurso de Propósito.A resposta da pergunta "Por que estou aqui?” Pode dar-lhe um senso de direção para que você possa ir para frente na vida.Algumas pessoas podem encontrar um propósito no trabalho, usando suas habilidades e talentos para servir as necessidades do mundo. Outros encontram o propósito em criar uma família, cuidar de seus entes queridos ou ser um membro ativo de sua comunidade.Ter um propósito fará você sentir que está fazendo o que é para você fazer. É estar com o sentimento de que você está vivendo a missão da sua vida.Em um mundo onde a maioria das necessidades humanas básicas são satisfeitas, acho que não é de admirar que agora estamos olhando para se tornar mais profundamente satisfeitos. Quando você já não tem que lutar para a mera sobrevivência, é apenas natural que você pare e faça algumas perguntas para si mesmo. O problema com propósito.Viver uma vida proposital soa maravilhoso e eu não estou aqui para desvalorizar da existência proposital. Em vez disso, eu gostaria de lembrar aquelas pessoas que não encontraram propósito ainda: a vida pode ser significativa e gratificante sem ele.O problema com o propósito é que nem todos os propósitos são reais, o que é de verdade é a nossa intenção e o apego ao encontrá-lo. Fazendo o trabalho que amamos, contribuindo para o mundo de uma forma significativa, deixando a nossa marca tornou-se um esforço tão valorizado. Tudo isso faz com que eu sinta uma preocupação existencial nas conversas com meus colegas.Por exemplo, eu tenho notado que muitos dos meus amigos se sentem angustiados quando eles não sabem o que fazer na vida ou quando não sentem a certeza de que os seus esforços são o que estão destinados a fazer para a vida. Eu também já me senti desconfortável com o fato de que eu não estou servindo o mundo de maneiras grandes e significativas.Parece que fazem todos nós acreditarmos que se não tivermos algum objetivo final grandioso para cumprir, estamos de alguma forma falhando na vida. E com isso, estamos passando sobre a oportunidade de criar um sentido de vida sem ter um propósito.A alternativa para propósitos. Este é o lugar onde eu gostaria de oferecer uma alternativa. Não para a mesma finalidade, mas para a glorificação do propósito. Lembrando também da corrida frenética que temos em descobrir que existe algo na vida que nos trará significado e realização.Eu acredito que uma vida significativa é importante. Não tendo nenhum senso do porque você está mesmo neste planeta. Mas, em vez de ancorar-se em encontrar propósito, sugiro que você ancorar-se em valores.Os valores pessoais são guias que podem ajudá-lo a navegar no mapa do caminho da vida, mesmo se você não sabe onde você está dirigindo. E o melhor,  eles são muito mais fáceis de encontrar do que propósito.Pense em algumas pessoas que você admira. Quais são os valores que eles exemplificam? Coragem, empatia, ambição? Se você olhar para qualquer um, é mais provável não por causa de suas realizações, mas sim o seu caráter, o que os ajudou a alcançar essas realizações. O que voc6e gostaria de melhor no seu personagem?Os valores pessoais permite que você viva ancorado no que é significativo para você. Valores, ao contrário de propósito, permite infundir significado em cada momento presente e não apenas encontrar significado em uma causa nobre.Se você valoriza a bondade, por exemplo, viva com a bondade. Você pode transformar atividades diárias mundanas em oportunidades para ser gentil. Um trabalho chato pode se tornar um playground onde você pratica sua bondade. Fazendo com que você consiga demonstrar a bondade sempre. Como por exemplo, um membro da família chato se torna a sua oportunidade de mostrar-se com compaixão e consideração.Minha jornada com a falta de propósito.Eu costumava viver com um senso de urgência, sempre se movendo para a frente em uma tentativa de cumprir a minha missão na vida. Eu gostava de definir meta depois do gol, convicta de que uma vez que eu os tinha alcançado surgiria um senso de significado.Mas, como eu trabalhava através dos marcos comuns na vida, o significado nunca veio. Assim, gostava de continuar definindo novas metas, com a certeza de que não tinha encontrado a única coisa que ainda que me faria sentir completa.Os valores pessoais podem mudar tudo! Quando eu estava preso em uma importante encruzilhada no ano passado, eu lentamente mudei meu foco de encontrar o meu propósito de adicionar significado para o dia a dia. Um ano mais tarde, eu ainda não sei o que eu estou destinado a fazer na vida, mas estou contente de viver na questão por agora. Nesse meio tempo, eu encontrei significado em cultivar o meu personagem, vivendo os meus valores. Pessoalmente, eu valorizo a ​​coragem, a  ternura e a profundidade no momento. Por isso, eu uso atividades e desafios diários para colocar esses valores em prática.O valor de ternura, por exemplo, me encoraja a amolecer meu eu interior e ficar aberto à vida em fases de dificuldades. Eu tento cultivar a parte do meu caráter por sempre ser compassivo com os outros, especialmente com aqueles que me desafiam. Eu também pratico a ternura através da autocompaixão, me permitindo ser fraco e vulnerável às vezes. Eu vivo uma vida de coragem, não só fazendo coisas que me assustam, mas também realmente ouvindo o que o meu coração quer. Mas, de qualquer forma, foi vivendo que construí a força para viver a vida me sentindo fiel a quem eu sou.Por último, eu tento cultivar uma sensação de profundidade na minha vida. Ao invés de percorrer Instagram, muitas vezes eu passo horas com os meus olhos presos em um livro interessante. E ao invés de viajar pelo mundo, eu fiz a minha missão de rever velhos lugares, para entrar nos cantos e recantos de uma cidade que conheço bem. Essa opção me parece uma maneira mais profunda de viagem, o que eu não encontro em finais de semana ou viagens de mochila exóticos.Esses valores tem me dado a chance de ver cada momento como uma oportunidade de crescer e desenvolver meu personagem. Enquanto eu estou tentando descobrir o porquê de minha vida, valores me manter na pista com o quão. E, ao contrário de propósito, eu posso trocar e brincar com meu conjunto de valores, tanto quanto eu gostaria.Talvez um dia eu vou tropeçar em cima de meu propósito. Ou, talvez, eu vou olhar para trás em minha vida na velhice e, finalmente, reconhecer que eu estava vivendo o meu propósito o tempo todo, e, finalmente, entender o que era tudo. Mas, por agora estou simplesmente curioso para experimentar a vida como ela se desenrola, encontrando significado ao longo do caminho, ancorando-me em valores.Se você está se sentindo um pouco perdido na vida, saiba que estar com a mente aberta e pensar em várias possibilidades, ajudará encontrar um caminho cheio de significado e admiração, mesmo sem aquela coisa ilusória chamada propósito.Tradução Livre. Postado em Tiny Buddha Por Lizzy Dean.
Voltar para página inicial do blog



Mais recentes

Por: Emanuelly Spanhol

Coaching

Seja você seu próprio coach!

           O processo de coaching é conhecido...

27/06/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Amor próprio

10 dicas de como cuidar melhor de si!

Quando falamos sobre cuidar de si mesmo ou sobre o amor próprio, estamos falando da conexão que cr...

10/10/2019

Por: Liana Chiaradia

Autocompaixão

3 dicas para lidar com o Perfeccionismo, por uma perfeccionista!

O perfeccionismo sempre fez parte de mim, mas foi há pouco tempo que o descobri (e admiti) em meu ...

13/01/2019

Por: Tiny Buddha

Evolução

3 Práticas para não reviver momentos dolorosos.

“Eu não peço a pessoa ferida como ele se sente, eu me torno a pessoa fer...

10/10/2019

Por: Daniel Yosaro

Bem-estar

4 dicas de como deixar sua jornada mais leve!

Oi, tudo bem?Bom, o que vou trazer até você não é a verdade absoluta, é apenas o meu sistema de...

13/01/2019

Por: Ana Thereza Valerio

Autoconhecimento

5 motivos básicos para o autoconhecimento

Autoconhecimento – substantivo masculino – conhecimento de si mesmo, das próprias característi...

13/01/2019

Por: Pitty Pedack

Consciência

A importância da alimentação na evolução da consciência

Uma alimentação saudável é muito mais que seguir um plano alimentar, est...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Autocompaixão

A importância da autocompaixão

Muitas vezes não enxergamos...

07/12/2018

Por: Tiny Buddha

Evolução

A lição dos 4 trens: Como lidar com vozes negativas?

“Embeleze seu diálogo interno. Embeleze o seu mundo interior com luz, amo...

15/10/2019

Por: Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia)

Autoconhecimento

A missão: para que estamos aqui?

Quando falamos em Missão de Vida temos que ter muito cuidado, pois na nossa cultura, muitas vezes e...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Empatia

A prática da empatia.

O ato de não fazer para os outros o que você não gostaria que fizesse com...

16/05/2019

Por: Aline Venâncio

Superação

A transformação vem da coragem de querer ser melhor!

O sol sempre volta brilhar, isso é um fato! Mas, não sabemos quando e nem o dia, pode chover e nev...

13/01/2019

Por: Alecrim Cristal

Superação

Acolha suas emoções

Acolha seu medo. Quanto mais você fugir dele ou fizer “mandinga” para o medo ir embora, mais el...

13/01/2019

Por: Guilherme Barcellos Carlos de Souza

Amor

Amor – Seja você seu melhor amante!

Neste início de século, a ...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Ansiedade

Ansiedade: Como lidar com ela?

O desafio mais temido das pe...

07/12/2018

Por: Daniel Yosaro

Sonhos

Como concretizar seus sonhos vencendo medos e crenças?

Sabe aquele seu projeto, mas que continua engavetado?Quando uma pessoa chega...

18/01/2019

Por: Maíra Antunes

Perdão

Como encontrei o Perdão dentro de mim

Hoje o assunto é delicado. ...

21/01/2019

Por: Liana Chiaradia

Superação

Como eu aprendi a superar o medo

Quem nunca sentiu medo?Um sentimento que nós mesmos construímos ao longo de nossa vida pessoal e e...

13/01/2019

Por: Andrea Rebouças

Superação

Como eu superei a depressão?

Ao longo dos meus 27 anos eu tive alguns episódios depressivos. Foram difíceis, cheguei a pensar q...

13/01/2019

Por: Paulo Cassiano

Positividade

Como fortalecer o lado bom das coisas

Como você cria a sua realidade? Você cria pelas suas atitudes, pelos seus atos, pelas suas ações...

13/01/2019

Por: Tiny Buddha

Evolução

Como recuperar a paz e alegria?

“Na corrida de hoje todos nós pensamos muito, procuramos muito, queremos muito e esquecemos da al...

09/10/2019

Por: Tiny Buddha

Propósito

Como viver sem propósito?

“Um bom viajante não tem planos fixos e não tem a intenção de chegar.”  ~ Lao TzuCerca ...

14/10/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Propósito

Conecte-se com o seu propósito.

Durante algumas etapas da nossa vida, vamos nos depa...

10/06/2019

Por: Cássia Corsatto

Consciência

Crescer e mudar de pele: ampliando a consciência!

Para falar de ampliação de consciência, vamos fal...

18/01/2019

Por: Tiny Buddha

Superação

Depressão e Ansiedade: Como diminuir a dor?

“Estou dobrado, mas não quebrado. Estou cheio de cicatrizes, mas não des...

17/10/2019

Por: Leni Gama Garcia

Ajuda

Desacelere: 15 dicas de gestão do tempo para viver mais leve!

O tempo está passando mais rápido? Esta é uma pergunta que muita gente se...

18/01/2019

Por: Cássia Corsatto

Sonhos

Desencaixotando os Sonhos

Olá você! Você mesmo.. que está lendo isto!Você...

18/01/2019

Por: Cássia Corsatto

Consciência

Desperte: A consciência é a resposta!

Os aprendizados com minhas experiências de atendimento como coach, ensinara...

18/01/2019

Por: Tiny Buddha

Amor

Entendimento é amor (e o mundo precisa de mais amor).

“O entendimento é outro nome do amor. Se você não entender, você não pode amar. ”~ Thich Nh...

11/10/2019

Por: Mathias Luz

Ética

Ética: consequência da Inteligência Emocional?

Conversar sobre ética pode ser algo bem complexo. Imagine, então, se a ass...

18/01/2019

Por: Patricia Marguê Cana Verde Silva

Autoconhecimento

Eu Uníssono

Uma identidade fragmentada em uma multidão de peque...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Inteligência Emocional

Inteligência Emocional: Entendendo Emoções

Todos sabemos que somos feitos de emoções e sentimentos, pois são eles qu...

28/08/2019

Por: Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia)

Autocompaixão

Karma: o caminho da Evolução

O conceito de karma nasce em uma das sociedades mais rígidas e machistas do...

13/01/2019

Por: Vasco Oliveira

Respeito

Liberdade e respeito: deixando o outro ser ele mesmo!

“Querias ser livre. Para essa liberdade, só há um caminho: o desprezo da...

18/01/2019

Por: Maíra Antunes

Superação

Me curar de mim

Você já viu o TEDx “Por trás do palco” da artista Flaira Ferro? Clique aquí para assistir!&n...

22/01/2019

Por: Rodrigo Roncaglio

Autoconhecimento

Meditação - a conexão com o Eu interior

Falar de meditação é começar uma conversa de horas e horas…  talvez dias inteiros de conv...

13/01/2019

Por: Patricia Cana Verde

Amor

Núcleo do amor

Deformados pela construção superficial ditada por ...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Diálogo

O alívio de praticar o diálogo.

Passamos por muitas situações todos os dias, o que nos faz pensar e ter op...

05/04/2019

Por: Liana Chiaradia

Autoconhecimento

O caminho da autocura através das emoções

Como você passou os últimos meses da sua vida?Ocupado, trabalhando e sentindo o tempo passar cada ...

13/01/2019

Por: Veet Pramad (Enrique Amorós Azpeitia)

Autoconhecimento

O Destino é o retorno da inconsciência

Sempre escutamos que o destino está escrito como se fosse algo permanente, inamovível.Desde o dici...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Bem-estar

O equilíbrio entre o corpo, mente e espírito!

É importante que a mente, o...

29/08/2019

Por: Jay Reiss

Ajuda

O papel da ajuda

“Você é psiquiatra?”, me perguntou uma senhora ao telefone. “Não, e...

18/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Positividade

O poder da lei da atração

As n...

07/12/2018

Por: Mathias Luiz

Evolução

O Poder do Agora

Eu decidi ler o livro “O poder do Agora” por recomendação da minha mãe. Estava enfrentando um...

13/01/2019

Por: Dayane Oliveira

Consciência

O que é o despertar da consciência?

Eu e você estamos aqui no planeta Terra, somos seres humanos, criaturas formadas de carbono e com i...

13/01/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Motivação

Onde encontrar motivação?

 Todos os dias pela man...

13/03/2019

Por: Guia da Alma

Propósito

Propósito de vida: o questionamento

O que move o indivíduo ao autoconhecimento? Neste artigo são abordados temas sobre o vazio, a busc...

08/10/2019

Por: Emanuelly Spanhol

Psicologia Positiva

Psicologia Positiva: Modelo Perma

A psicologia positiva traz a ideia da felicidade de ...

29/08/2019

Por: Flavio Notaroberto

Consciência

Sensação, Consciência, Autoconsciência

Há uma interessante relação direta entre todas as...

18/01/2019

Por: Elisa Frana

Espiritualidade

Somos cria(dores) em expansão

Inconscientemente, a mente cria problemas dos mais v...

18/01/2019

Por: Fabio R. Boni

Evolução

Somos Energia?

Muito mais do que termos energia, eu diria com toda certeza para você, que somos energia. Somos, as...

13/01/2019

Por: Patricia Cana Verde

Autoconhecimento

Um olhar para si mesmo

“Olhar para si” é a questão central do autoconhecimento.Desde a mais t...

13/01/2019

Por: Maíra Antunes

Valorização

Valorização da vida: Informação é a melhor prevenção!

 Hoje eu gostaria de falar com você sobre a vi...

21/01/2019



Parceiros:

Copyright 2019 - Eyhe - Todos os direitos reservados - (46) 2604 0687
logotipo


Entre em sua conta :)

Primeira vez por aqui?

Se preferir, clique aqui para iniciar uma conta exclusiva Eyhe.